CONTRA-CULTURA E O MOVIMENTO PUNK EM SUA TOTAL LEGITIMIDADE

 

Cultura é um conjunto de padrões comportamentais. Como uma rede de significados que dão sentido ao mundo que cerca um indivíduo, a cultura é a prática e a ação social que segue um padrão em determinado espaço. Etimologicamente a palavra cultura está associada ao termo cultivar (colere – latim ), isso mostra que mesmo não havendo um modelo único, a cultura é um processo de agregação do que a aprendido através do convívio social sendo transmitido aos seus semelhantes de geração para geração.

 Já a contra-cultura contradiz tudo o que é imposto como sendo natural do ser humano. Desmistificando os conceitos e padrões comportamentais pré-estabelecidos, a contra-cultura questiona a complexa realidade cotidiana fundamentando novas idéias contestadoras baseadas no conceito de liberdade absoluta. Esse conceito afirma que a tradições que cerca o individuo nada mais faz do que aprisionar e educar a sociedade à uma alienação moral e comportamental.

 Nesse conceito, a cultura e a natureza humana se contrapõe, pois observando que o “natural” do individuo é ensinado e não aprendido através da vivencia social, o individuo somente reproduz de forma mecanizada ensinamentos concebidos ao longo de séculos. Não agindo em plenitude , ele não consegue utilizar da observação como ferramenta de aprendizado.

 Toda transformação está marcada por contato, quando o homem utiliza dos recursos existentes para moldar a sociedade ele passa a procurar modos diferentes de organizar uma nova vida social, preocupando-se em entender os muitos caminhos e as muitas maneiras que conduz o os grupos sociais e suas relações e passando assim a entender que a cultura se molda e sofre mutações a medida que as transformações acontecem.

 Tudo o que é produzido e criado pelo ser humano é cultura. Compreendendo a cultura como expressão de toda ferramenta de produção para o desenvolvimento humano, podemos entender que a contra-cultura tem como papel fundamental liquidar a idéia da concepção de cultura instituída pelo Estado, concepção esta que distancia a cultura como sendo algo do cotidiano . O Estado Liberal transforma a cultura em mera ferramenta de divertimento para distanciar o individuo do questionamento da realidade social. Sem esse questionamento ele não transforma, não questiona, não modifica e não entende as variedades e as riquezas de novas formas que podem ser conquistadas.

 Uma vez que o conhecimento deriva da prática, o homem deve adaptar suas experiências vividas em seu meio independente da postura que ele venha assumir em sociedade.

 A contra-cultura mobiliza a contradição a tudo que é constituído e torna concreta a indagação de que como seres sociais, temos o compromisso de contornar e transformar o que vemos como tão comum em nossa sociedade. A contra-cultura é uma ferramenta que evidencia a necessidade do entendimento das diferentes dimensões sociais e suas causas.

 A discussão obtida através desse entendimento adequá-se a novas formas de manifestações artísticas, estéticas e até morais, estratégias que trazem um novo pensar social, realizando então modos diferentes e contraditórios ao que é imposto pelo Estado, destruindo assim os falsos argumentos impostos. argumentos esses que somente nutrem a segregação e o preconceito.

 A contestação dessas regularidades impostas é proposto pelo movimento punk em seu surgimento, pois o descontentamento social ortoga a necessidade do questinamento e da mudança justificando-se em considerações onde a exploração através da força de trabalho é incutida de forma nada ingênua no aprendizado cotidiano.

 A consciência da transformação é a essência da contra-cultura. É lógico que quando dizemos que esse consciente deve ser aprendido, significa que a vivencia social deve trazer a tona a permissão da criação de novas concepções representando assim a negação do que é imposto.

 A contra-cutura, cria, transforma e sobretudo rompe totalmente com tudo o que é imposto pela sociedade capitalista.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s